Avançar para o conteúdo principal

Uso do Telemóvel


    Nos dias de hoje, é inimaginável a vida sem telemóvel. E porque esse (cada vez mais) pequeno aparelho é parte integrante das nossas vidas, é importante que se observem normas de utilização dos mesmos. Afinal, é importante conhecer as regras para saber se, quando e como as podemos quebrar...

Uso de Telemóveis em Locais Públicos
Geralmente é aceite que existem alguns sítios nos quais as pessoas não devem falar ao telemóvel e onde, inclusivamente, apenas o toque do mesmo é considerado inaceitável.
Na maioria dos países, filmes e artes de palco, casamentos e funerais, concertos, discursos e leituras são tipos de eventos públicos onde o toque de um telemóvel, ou mesmo manter uma conversa telefónica, estão absolutamente fora de questão.
Mas isto não significa forçosamente que os telemóveis devam ser desligados ou que não possam ser utilizados de forma alguma. Se por alguma razão o utilizador precisar de estar contactável, poderá ser sempre tirar o toque e ligar apenas a vibração, e usar o teclado para enviar um SMS de resposta. Como alternativa, poderá sempre enviar as chamadas directamente para a caixa de correio de voz, e responder mais tarde.
Se por acaso se esquecer de ligar o modo de alerta silencioso ou de vibração, e o telefone tocar numa altura delicada, a única solução será a de tentar anular a chamada.
Quanto ao tema  «restaurantes», aí o procedimento deverá ser o de o desligar antes de entrar no restaurante, ou se tiver à espera de uma chamada urgente ou muito importante, informa as pessoas com quem vai almoçar desculpando-se. Quando atentar a chamada, seja breve. Caso se tenha esquecido de desligar o telemóvel antes de ter entrado no restaurante, e este tocar, peça desculpa às pessoas com quem está e rejeite a chamada.
Se vai de viagem, e dado que existem protocolos de roaming GSM com quase todos os países do mundo, recomendamos que desligue o seu telemóvel quando for dormir, isto para evitar receber chamadas a horas impróprias. Esta regra é também válida no seu quotidiano, pois, contrariamente ao chamado telefone fixo, para um telemóvel pode-se ligar a qualquer hora, pois quem liga, parte do pressuposto que a pessoa se não puder atender terá o telemóvel desligado.

Reuniões de Negócios
No caso das reuniões de negócios, as recomendações para os locais públicos já não se aplica, apesar daquelas baseadas no respeito e na cortesia se manterem. As regras, neste caso, mudam de reunião para reunião dependendo do tipo da mesma. Quando não existirem regras pré-estabelecidas, recomendamos que coloque o seu telemóvel no modo silencioso ou de vibração, e que apenas atenda as chamadas mais importantes.

Transportes Públicos
Os passageiros de alguns meios de transporte, como por exemplo comboio ou autocarro, normalmente esperam que a sua viagem seja tranquila e silenciosa. Daí que alguns destes se possam sentir ofendidos com conversações ao telefone onde o tom de voz seja demasiado elevado. Por esta razão, alguns comboios disponibilizam «zonas silenciosas» e carruagens onde é proibido o uso de telemóveis. Mesmo em carruagens sem restrições, recomenda-se um tom de voz não muito elevado já que com a tecnologia actual dos terminais, não necessário gritar para que nos oiçam do outro lado da linha.
Os locais públicos pequenos também não são o melhor local para se manter uma conversação telefónica. Num elevador cheio de gente, o melhor será pedir ao nosso interlocutor para aguardar alguns segundos.
Tenha Cuidado a Pé
As ruas são obviamente locais indicados para se manter uma conversação telefónica. Contudo, é importante recordar alguns aspectos que poderão passar despercebidos, como é o caso da perda de atenção em relação ao trânsito. Também aqui o acto de gritar para o telemóvel poderá tornar-se incomodativo para os restantes transeuntes, especialmente em locais mais remotos.

Emergências
Os telemóveis tornaram-se em modernos "salva-vidas", proporcionando ajuda a quem necessita, em qualquer parte do mundo, 365 dias por ano. Dezenas de milhares de chamadas são efectuadas diariamente, requerendo a presença da polícia, bombeiros ou de ambulâncias.
A ajuda em caso de emergência deve ser requerida mesmo quando exista alguma dúvida tendo em conta, claro está, a natureza da emergência. Mas deve-se evitar o recurso abusivo dos serviços de assistência. Chamadas desnecessárias ou falsas para estes serviços não só são piadas de gosto duvidoso, como nalguns países são mesmo ilegais.
Para aqueles que viajam frequentemente e levam consigo o telemóvel, convém sempre saber qual é o número local de emergência, para o caso de ser preciso.

Comentários

  1. Vou impimir e colocar num placard que eu conheço bem.... :D

    ResponderEliminar
  2. Ui! Não sei não... Não seremos as duas banidas para todo o sempre por quem eventualmente venha a ler? :) bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens Populares

Etiqueta Social: Algumas regras básicas

A minha avó materna diz, do alto dos seus 94 anos, “ a educação nunca passa de moda”, e é  - numa singela homenagem a ela – que apresento algumas regras básicas de etiqueta social.
1-Apresentações: Sempre o menos importante se apresenta ou é apresentado para o mais importante, ie, o senhor para a senhora, o mais novo ao mais velho.
Como se determina a importância? Para determinar a importância, deve-se ter em consideração os seguintes factores: a)Idade b)Sexo c)Posição social d)Posição política e)Hierarquia As mulheres não se levantam. São cumprimentadas sentadas. No entanto, é gentil levantar-se para alguém mais velho ou para uma grávida, por isso, se for mulher, é simpático levantar-se para cumprimentar ou uma grávida ou uma senhora mais velha. Os homens levantam-se sempre, mesmo para cumprimentar outro homem. As apresentações devem ser sempre efectuadas com o nome e o sobrenome; não entenda isto como snobismo, mas sim como um ponto de referência importante. Claro que se for uma pessoa …

Como Atender o Telefone da Sua Empresa

Quantas vezes procurou uma empresa na internet, navega no seu site - extremamente apelativo, por sinal - fica completamente maravilhado com tudo o que a empresa tem para oferecer ao cliente, efectua o contacto telefónico e...decepção! Atendimento telefónico péssimo e sem receber o feedback pelo qual tanto aguardava. O telefone ainda é um instrumento de vendas e de networking muito importante, por isso, é necessário ter em consideração alguns factores quando atender ou efectuar uma chamada telefónica. Não esquecer também da qualidade do atendimento que deve dar igualmente às ligações internas, que comprometem também a comunicação e agilidade no andamento dos negócios da sua empresa. 
Seguem algumas orientações para um atendimento telefónico de excelência:  - Ao atender o telefone diga o nome da empresa,  saudação para as chamadas externas que esteja estipulada pela empresa, seguido do seu nome (ex: protocolo e etiqueta, boa-tarde, fala a Constança, em que lhe posso ser útil?).  - Acas…

Bandeiras: Parte I

De repente lembrei-me daquele episódio da Bandeira Nacional (Portugal) hasteada ao contrário (que também tem um significado, já lá vamos) e lembrei de publicar o texto que se segue sobre como colocar / hastear bandeiras.
Vamos, então, explicar qual o significado de uma bandeira hasteada ao contrário: significa que o lugar que essa bandeira representa está sendo invadido pelo inimigo e é um pedido de socorro aos seus aliados!
A bandeira é o símbolo representativo de um Estado soberano, ou país; de um município, de uma sociedade, de um clã, de um reino, de uma coroa; existem normas para hastear as bandeiras e há toda uma simbologia inerente às mesmas. Sem grandes delongas, irei tentar dar umas "dicas" práticas sobre como hastear as bandeiras.
No caso de Portugal, a lei que rege essas regras do desfraldar da bandeira é o Decreto-lei n.º 150/87 de 30 /3/1987.
Em Portugal e em território português essa lei estipula que a bandeira portuguesa "quando desfraldada com outras bandeir…