Avançar para o conteúdo principal

Ética: Uma questão de Postura e Atitude


Nos dias de hoje, muito se ouve falar de ética (ou da falta dela!). Mas afinal, o que ÉTICA?
O termo ética deriva do grego ethos (carácter, modo de ser de uma pessoa). Ética é um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. A ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, de forma a que ninguém saia prejudicado. Neste sentido, a ética, embora não possa ser confundida com  leis, está relacionada com o sentimento de justiça social, podendo, por isso, ser confundida com moral.
Existe no entanto diferença entre ética e moral. Básicamente, pode-se dizer que a moral tem um carácter prático imediato, na medida em que faz parte do nosso dia-a-dia, ao passo que a ética é uma reflexão filosófica, logo racional sobre a moral, Assim, a ética procura justificar e fundamentar a moral, e encontra as regras que efectivamente são importantes e que podem ser entendidas como boa conduta a nível mundial e aplicável a todos, o que faz que a ética seja um conceito universal.
Cada vez mais é necessário aplicar a ética aos diversos sectores da sociedade; uma ética que exista em simultâneo com o dia-a-dia das pessoas; por isso, ela deverá ser dividida em ramos, sendo um exemplo disso os códigos de ética para as diferentes profissões. Existem, no entanto, “linhas mestras”, ou “tronco comum”, que devem ser observados em qualquer área profissional das nossas vidas. A saber:

Princípios da ética profissional:

Honestidade no trabalho;
Lealdade para com a instituição;
Formação de uma consciência profissional;
Respeito à dignidade da pessoa humana;
Segredo profissional;
Discrição no exercício da profissão;
Observação das normas e procedimentos administrativos;
Tratamento cortês e respeitoso a todos.


Condutas éticas:

Ser pontual;
Respeitar a privacidade do outro;
Oferecer apoio a quem precisar;
Agradecer uma gentileza recebida;
Devolver o que pedir emprestado;.......


Condutas NÃO éticas:

Aceitar elogio pelo trabalho de outra pessoa;
Chamar as pessoas aos gritos;
Corrigir ou repreender alguém em público;
Fomentar a discórdia;
Utilizar informações e influências da posição para conseguir vantagens pessoais;
Prestar serviço de forma deficiente, demorando propositadamente;
Ser interesseiro e medir as pessoas pelo que elas podem ser úteis para alcançar os objetivos.

A ética, enquanto filosofia, é essencial à vida de uma forma geral e sentido lato. Em sentido restricto e no campo profissional, a falta de ética, pode colocar em causa as relações laborais, a nossa reputação e. em última análise a nossa empresa e os seus negócios. A sobrevivência e a evolução das empresas e dos seus negócios estão, portanto, cada vez mais associadas À capacidade que as empresas têm de adoptar e aperfeiçoar condutas pautadas pela seriedade, humildade, justiça e preservação da integridade e dignidade das pessoas.

Deixo-vos com um cartoon de Calvin e Hobbes sobre o tema …

Até ao próximo post!




Comentários

Enviar um comentário

Mensagens Populares

Etiqueta Social: Algumas regras básicas

A minha avó materna diz, do alto dos seus 94 anos, “ a educação nunca passa de moda”, e é  - numa singela homenagem a ela – que apresento algumas regras básicas de etiqueta social.
1-Apresentações: Sempre o menos importante se apresenta ou é apresentado para o mais importante, ie, o senhor para a senhora, o mais novo ao mais velho.
Como se determina a importância? Para determinar a importância, deve-se ter em consideração os seguintes factores: a)Idade b)Sexo c)Posição social d)Posição política e)Hierarquia As mulheres não se levantam. São cumprimentadas sentadas. No entanto, é gentil levantar-se para alguém mais velho ou para uma grávida, por isso, se for mulher, é simpático levantar-se para cumprimentar ou uma grávida ou uma senhora mais velha. Os homens levantam-se sempre, mesmo para cumprimentar outro homem. As apresentações devem ser sempre efectuadas com o nome e o sobrenome; não entenda isto como snobismo, mas sim como um ponto de referência importante. Claro que se for uma pessoa …

Bandeiras: Parte I

De repente lembrei-me daquele episódio da Bandeira Nacional (Portugal) hasteada ao contrário (que também tem um significado, já lá vamos) e lembrei de publicar o texto que se segue sobre como colocar / hastear bandeiras.
Vamos, então, explicar qual o significado de uma bandeira hasteada ao contrário: significa que o lugar que essa bandeira representa está sendo invadido pelo inimigo e é um pedido de socorro aos seus aliados!
A bandeira é o símbolo representativo de um Estado soberano, ou país; de um município, de uma sociedade, de um clã, de um reino, de uma coroa; existem normas para hastear as bandeiras e há toda uma simbologia inerente às mesmas. Sem grandes delongas, irei tentar dar umas "dicas" práticas sobre como hastear as bandeiras.
No caso de Portugal, a lei que rege essas regras do desfraldar da bandeira é o Decreto-lei n.º 150/87 de 30 /3/1987.
Em Portugal e em território português essa lei estipula que a bandeira portuguesa "quando desfraldada com outras bandeir…

Como Atender o Telefone da Sua Empresa

Quantas vezes procurou uma empresa na internet, navega no seu site - extremamente apelativo, por sinal - fica completamente maravilhado com tudo o que a empresa tem para oferecer ao cliente, efectua o contacto telefónico e...decepção! Atendimento telefónico péssimo e sem receber o feedback pelo qual tanto aguardava. O telefone ainda é um instrumento de vendas e de networking muito importante, por isso, é necessário ter em consideração alguns factores quando atender ou efectuar uma chamada telefónica. Não esquecer também da qualidade do atendimento que deve dar igualmente às ligações internas, que comprometem também a comunicação e agilidade no andamento dos negócios da sua empresa. 
Seguem algumas orientações para um atendimento telefónico de excelência:  - Ao atender o telefone diga o nome da empresa,  saudação para as chamadas externas que esteja estipulada pela empresa, seguido do seu nome (ex: protocolo e etiqueta, boa-tarde, fala a Constança, em que lhe posso ser útil?).  - Acas…